Representações sociais de comprometimento organizacional entre os gestores do IFES

Nome: Thiago Mothé Guimarães
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 21/07/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Priscilla de Oliveira Martins da Silva Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Priscilla de Oliveira Martins da Silva Orientador
Rubens de Araújo Amaro Examinador Interno
Sabrine Mantuan dos Santos Coutinho Examinador Externo

Resumo: Existe uma extensa agenda pesquisa para entendimento do comprometimento
organizacional. No entanto, há também muita imprecisão para sua conceituação. Embora
não haja total consenso sobre o conceito, a maioria das pesquisas concorda que o
comprometimento organizacional envolve características como a forte crença e aceitação de
valores e metas da organização, do desejo de permanecer na organização e pelo empenho
extra despendido para contribuir para organização (MOWDAY; STEERS; PORTE, 1979). O
presente estudo teve como objetivo compreender a relação ente as Representações Sociais
de comprometimento organizacional para os gestores públicos e suas práticas sociais
desenvolvidas no processo de gestão na figura dos Diretores Gerais dos campi e do Reitor do
Instituto Federal de Educação do Espírito Santo (Ifes). A Teoria das Representações Sociais
(TRS) é a lente teórica que contribui para compreender as representações sociais e sua
dinâmica em seus diversos contextos ou numa determinada situação. Segundo Jodelet
(2001), as representações sociais são constituídas de saberes que se articulam na vida
cotidiana. Foram utilizados procedimentos qualitativos de coleta e análise, diferenciando-se
da maioria das pesquisas nessa área. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 12
gestores do Ifes que exercem os cargos de Diretor Geral e Reitor. Os dados obtidos foram
avaliados por meio de procedimentos de análise de conteúdo. Observou-se que a
representação social dos gestores do Ifes, no que diz respeito ao comprometimento
organizacional, remete à base afetiva desse vínculo, bem como suas práticas sociais, que
propiciam a afetividade do comprometimento organizacional. A pesquisa contribui para a
delimitação do conceito de comprometimento organizacional no sentido de que mostra que
tal conceito, no contexto da presente pesquisa, está ligado à afetividade, ou seja, ao desejo
de empenharem e de contribuírem em prol da organização.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910